Imagem com fundo rosa e logo do projeto Novos Caminhos na cor branca. A logo do projeto é uma composição três silhuetas de pássaros voando em direções diferentes com a frase “Projeto novos caminhos”.

Ambientação Novos Caminhos

Painel de recepção feito na escada do Instituto Fernandes Figueira, para o projeto Novos Caminhos. Um mosaico colorido nas cores amarelo, rosa e azul, contém também algumas estampas nas cores azul e verde, alternando com espaços em branco.

Humanização de ambientes e rebranding da marca do Novos Caminhos. Projeto situado no Instituto Fernandes Figueira, que tem como objetivo contribuir para a inserção socioeconômica das mães atendidas no hospital, através de cursos de artesanato. Foram criadas padronagens e produtos com aplicação da nova identidade visual.


Capa da exposição Cidade Acessível Virtual, contém fundo amarelo chamativo e a logo do projeto ao centro, na parte superior da imagem. Abaixo da logo, estão imagens recortadas de cinco pessoas com deficiências formando um grupo. Da esquerda para direita, temos: uma jovem branca segurando um skate, ela tem uma das pernas amputadas; uma jovem negra cadeirante segurando um cartaz com a frase “ESSA CADEIRA NÃO VAI ME LIMITAR”; um jovem negro também cadeirante segurando uma bola de basquete; um jovem branco com síndrome de Down que segura um megafone e coloca umas das mãos para o alto; e por último, uma mulher branca com uma das pernas amputadas segurando um cartaz escrito “EU CONSIGO”.

Cidade Acessível Virtual

Capa da exposição Cidade Acessível Virtual, contém fundo azul e a logo do projeto ao centro, na parte superior da imagem. Abaixo da logo, estão imagens recortadas de quatro pessoas com deficiências formando um grupo. Da esquerda para direita, temos: um jovem branco com síndrome de Down que segura um megafone e coloca umas das mãos para o alto; um homem branco com deficiência visual acompanhado de um cão guia branco da raça Golden Retriever; uma mulher negra com cabelo Black Power vermelho com um dos braços levantado e punho cerrado; e por último, um homem negro cadeirante segurando um megafone.

A Exposição Cidade Acessível é uma plataforma de conteúdos e experiências sobre acessibilidade e diversidade. Ela visa informar e sensibilizar o público sobre as diferentes formas de exclusão vivenciadas pelas pessoas com deficiência, e apontar soluções para uma cidade e uma sociedade mais diversa, empática e integrada.

Acessar a exposiçãoConheça nosso portfolio de projetos incentivados

Tela da Home do website da exposição virtual “Zika: Vidas que afetam”. A esquerdo aparecem 2 fotos em preto e branco de uma mãe com seu bebê com microcefalia de 1-2 anos de idade no colo, seus dedos estão no queixo da criança que está olhando para baixo. Na 1ª foto a mãe olha para a câmera e sorri, na 2ª ela aproxima seu queixo ao rosto do bebê, de olhos fechados, afagando seu rosto. Nos créditos da imagem está escrito Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias Foto: Maju Monteiro.

Zika: Vidas Que Afetam

Tela da Home do website da exposição virtual “Zika: Vidas que afetam”. A esquerdo aparecem 2 fotos em preto e branco de uma mãe com seu bebê com microcefalia de 1-2 anos de idade no colo, seus dedos estão no queixo da criança que está olhando para baixo. Na 1ª foto a mãe olha para a câmera e sorri, na 2ª ela aproxima seu queixo ao rosto do bebê, de olhos fechados, afagando seu rosto. Nos créditos da imagem está escrito Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias Foto: Maju Monteiro. Na tela também aparecem os ícones de navegação e acessibilidade e opções de idiomas em Português, Inglês e Espanhol.

Exposição virtual Zika: Vidas que Afetam, traz lições aprendidas sobre o enfrentamento às consequências do Zika vírus, uma epidemia que não está mais nos noticiários mas segue afetando as vidas de milhares de pessoas — especialmente crianças e mulheres. 

Conheça a exposição virtual Zika; Vidas Que Afetam